O que os futuros jornalistas deveriam aprender na faculdade?

Com a palavra, a professora americana Amy Gahran, que tem defendido (assim como eu) uma forte ênfase nas novas ferramentas on-line _e na habilidade gerencial dos alunos em admistrar idéias e negócios na rede.

O aspecto “econômico” das idéias de Gahran foi muitíssimo bem comentado pelo jornalista José Renato Salatiel.

A parte jornalística deixa comigo: a professora aponta, por exemplo, que simulações com ferramentas de administração de conteúdo são indispensáveis (como o trabalho com blogs que desenvolvemos em Jornalismo On-line).

Sua sugestão é que os alunos, reunidos em grupo, passem ao menos dois semestres alimentando e melhorando seus blogs _notadamente integrando-os a serviços como Flickr e Delicious.

Imersão em mídias portáteis, como estamos fazendo com o Twitter e com o Telog, é outra exigência atualíssima e indispensável.

Gahran cita como exercícios a inscrição a serviços de SMS disponíveis no mercado (para que possam ser criticados e avaliados pelos alunos) e também incentiva a participação em canais de colaboração dos grandes portais. Exatamente como fiz, pregando no deserto…

Outro ponto importante é o uso das mídias sociais (Facebook, Myspace, Orkut -arghhhhh!!!!) como instrumento de pauta e apuração, promoção do próprio trabalho e possibilidades de alcance externo.

Finalmente, entender a notícia como ponto de partida de um diálogo, não mais um discurso de mão única, é uma habilidade desejável no mundo jornalístico redesenhado pela tecnologia.

Agora, se você não souber como fazer um lide, meu amigo, desista.

10 Respostas para “O que os futuros jornalistas deveriam aprender na faculdade?

  1. Oie
    Coisas de Alec Duarte rsrs

  2. De Alec Duarte, de Amy Gahran e de outros tantos, né? Ou se é multimidiático ou não se sobrevive mais na profissão…

  3. Alec, encontrar o caminho para seu blog e descobrir as afinidades de nosso trabalho acadêmico, com direito à escala em A. Gahran, foi uma dessas surpresas que fazem valer a pena o esforço e atrevimento na ordinária função de blogueiro. Vou avisando que já assinei… E concordo com sua conclusão: se o nego não conseguir sair do lide, aí é melhor tentar Turismo ou RP, sei lá. É isso aí, colega, vamos por a turma para produzir na web! Abs.

  4. É Renato, tem coisas na nossa profissão que desde Tobias Peucer (1690) não mudaram.

    As outras a gente tenta se atualizar e difundir…

  5. esse post é um dos motivos pq eu nunca reclamei dessa aula!

  6. É evidente que os alunos de comunicação devem se adaptar as novas tendências técnologicas que o mercado exige , se bem que o mercado não precisa exigir algo que o mundo ” obriga”

    As novas ferramentas on-line e as transformações com a qual a comunicação e a mídia estão passando, abrange um tema complexo e grandioso.

    Alec, seria necessário aulas e aulas para discutirmos isso correto ?

  7. Thyago e Thiago: dentro do possível, estamos apresentando essas inovações e como estão sendo aplicadas à profissão. No segundo bimestre agora, por exemplo, vamos tocar em ambiente portátil (celular) + uso da rede para exploração de apuração e pautas. Porém é pouco: a briga agora é pela mudança da grade curricular e inclusão de novas disciplinas em todas as faculdades.

  8. Vale mais um comentário: Estou terminando meu artigo sobre a edição no jornal e me cai em algumas complexidades. Como fazer para evitar o jornalismo capitalista ?

    O editor tem que sempre ficar “preso” ou em sintonia com a empresa ?

    Jornalista x ideologia massa

    Como lidar com isso ?

    conto com a sua ajuda Alec, pois começo a me deparar com alguns questionamentos

  9. Pois é, quando não concordamos com essas regras, simplesmente nos retiramos. É assim a vida.

    E o que seria jornalismo capitalista? Aquele que só está preocupado em ganhar dinheiro? Se for isso, saiba até que iniciativas consideradas por alguns como heróicas e maravilhosas (como a colaboração no site sul-coreano Ohmynews) são calcadas em modelos de negócios.

    No caso coreano, com o povão trabalhando de graça, já rendeu US$ 2 milhões para o dono só no ano passado.

  10. Nossa garotos, Parabéns!!!
    Acabei de ter uma aula apenas pelo comentário de vocês!!!

    É isso aêee!!! Acredito que aos poucos estamos caminhando para o rumo certo! E a briga vai ser boa para dar uma atualizada nas grades curriculares heim Alec??

    Bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s