Arquivo da categoria: Mural

Tenho dito

Noções e histórias de um mestre do marketing político

2017_fafe

Meu amigo José Paulo Fernandes-Fafe, com quem tive a sorte de poder trabalhar e aprender, acaba de lançar em Portugal o livro “Marketing político, Noções e outras histórias“, pela Primebooks.

A obra destrincha as aventuras e desventuras do trabalho de comunicação em campanhas eleitorais, muitas vezes demonizado, mas sem o qual seguramente as decisões do eleitorado seriam mais difíceis de serem tomadas. O marketing em si jamais é do mal – mas sim o caminho que alguns profissionais da área preferem percorrer.

Mais do que servir como uma espécie de manual, o livro de Fafe (que, como filho de diplomata, teve o privilégio de conviver com personalidades como Fidel Castro) coloca algumas coisas em seu devido lugar. Por exemplo, a dimensão do profissional de marketing num trabalho como esse – que nada mais do é que conhecer o quanto mais possível as pessoas, seu entorno e contexto e extrair daquilo a linha comunicativa que orientará a campanha.

Para meu orgulho, pude colaborar com um grão de areia falando um pouco sobre o marketing digital e suas aplicações em eleições. Para sorte do marketing político, temos alguém qualificado e ético como Fafe para nos contar sua técnica e histórias impagáveis.

Agências de notícias, um raio x

Praticamente 30 anos depois do primeiro trabalho do gênero, a academia brasileira volta a se debruçar sobre o tem em “Agências de Notícias: perspectivas contemporâneas brasileiras”, e-book que já está a disposição para download (ele não é gratuito: em troca exige acesso a informações pessoais de seu perfil no Google e um longo cadastro).

A coletânea reúne artigos de oito autores que pretende traçar uma linha do tempo que vai da estruturação desse tipo de empreendimento jornalístico até o momento atual, no qual pontuam no cenário experiências alternativas (e enviesadas) que de toda forma oxigenaram o formato surgido muito antes da crise do jornalismo tradicional – paradoxalmente, justamente para conter custos e que teve como efeito colateral maligno a pasteurização do conteúdo midiático.

As melhores narrativas jornalísticas de 2014

Listas são sempre polêmicas – ainda mais quando se propõem a elencar os melhores. Melhores para quem, cara-pálida?

Esta relação aqui, no entanto, é bem honesta. Primeiro, destaca o ressurgimento do áudio (numa era de pirotecnia) como uma boa plataforma para contar histórias. Quem diria: voltamos ao podcast.

A lista tem várias outras boas iniciativas que brilharam no ano passado. Vê lá!

Vá para o Twiter

Neste final de ano as novidades que surgirem eu vou postar no Twitter. Acompanha lá!

A comunicação na favela, do alto-falante às redes sociais

Cultura digital_02

Com edição de Raquel Paiva, a revista Viva Favela de dezembro aborda a comunicação nas comunidades, com ênfase na Maré, na Rocinha e no Alemão, refazendo uma trajetória comunicativa que vai do serviço de rádio comunitária em alto-falantes ao poder e alcance das redes sociais. Ótima leitura.

Livro sobre webjornalismo

livro_canavilhasAlguns dos pesquisadores mais interessantes na área do webjornalismo estão reunidos no livro “Webjornalismo: 7 caraterísticas que marcam a diferença”, disponível gratuitamente na rede.

Nomes como João Canavilhas, Paul Bradshaw e Ramón Salaverría, entre outros, acrescentam ingredientes a essa eterna discussão sobre as peculiaridades do meio e sete características que o constituem.

Gêneros do jornalismo gastronômico

Gastronomia: prato do dia do jornalismo cultural“, apresentado pela editora como “o primeiro livro brasileiro sobre jornalismo gastronômico”, será lançado nesta segunda, às 19h, no auditório da Livraria Cultura do Paço Alfândega (Rua Madre de Deus, s/n, Bairro do Recife), na capital pernambucana.

A autora, Renata do Amaral, envereda por um caminho que eu gosto: o estudo de gêneros. Assim, aborda o uso da crítica e da crônica na produção sobre o tema.

Encontre-me no Twitter

Gente, no microblog vai ser muito mais fácil me achar nestes próximos meses!

Comunicação Multimídia na Faap

A terceira turma da pós em Comunicação Multimídia da Faap, curso que tenho o prazer de coordenar, começa agora em 6 de maio. Conheça a grade e venha participar conosco dessa jornada de 18 meses pela inovação em narrativas comunicativas, design, arquitetura de informação e visualização e análise de dados.

Webmanario, 6

Seis anos. Isso mesmo: hoje esta página, que nasceu como apoio a uma disciplina que ministrei na Unifai em 2008, completa seis anos na rede. Só me resta dar os parabéns para mim!