Arquivo da tag: projeto

A voz do Brasil

Entidades patronais estão aproveitando a proximidade da Copa do Mundo para tentar pressionar o Congresso a votar projeto que flexibiliza a difusão do programa “A Voz do Brasil“, que consiste num resumo chapa-branca das atividades dos três poderes e existe há mais de 70 anos.

A campanha “A voz que eu quero ouvir” usa como chamariz o fato de que um terço dos jogos do Mundial de futebol serão às 19h, horário em que boa parte das emissoras de rádio suspende sua programação normal para entrar em cadeia.

Hoje em dia, só há duas maneiras de não transmitir a “Voz” às 19h: provar que, em vez do programa, a rádio presta serviço de utilidade pública (como informações sobre o trânsito) ou pagar um punição pecuniária e leva-lo ao ar até as 23h59 do mesmo dia.

Tradicionalmente, campanhas de coleta de assinaturas fracassam porque o tempo necessário é sempre subcalculado – mas isso vale para projetos de iniciativa popular. Neste caso, e para valer durante a Copa, ela precisaria ser votado até meados de maio, pois já está no Congresso.

A Reuters quer saber

A Reuters está mexendo em seus recursos multimídia e apresenta parte das novidades chamando os consumidores a opinar. Antes de tudo ir pro ar.

O pior que pode acontecer nessas consultas prévias é tudo aquilo que você acha genial num projeto ser cruelmente desconstruído por quem vai usá-lo.

A participação do público na TV Globo

Acho muito legal a série “Parceiros”, pelo qual a TV Globo estimula jovens não-jornalistas a produzir conteúdo jornalístico relacionado à comunidade onde vivem.

A emissora é, de longe, quem mais está dando voz ao seu público, mergulhando de cabeça na concepção da participação das pessoas no processo de constituição do noticiário. É um caminho sem volta.

O único porém: o treinamento que esse pessoal recebe, de alguma forma, pode adestrá-los como repórteres, fazendo com que a gente perca justamente o que é mais bacana na colaboração: a ausência de vícios que os profissionais carregamos.

O arquivo vivo das entrevistas

Jornalista precisa gravar todas as suas entrevistas por uma questão de precisão e segurança, mas o que fazer com aquele arquivo imenso que, algum tempo depois, serve apenas para ocupar espaço em seu disco rígido?

Um projeto nascido nos EUA se dispõe a resgatar e retrabalhar o baú de preciosidades dos coleguinhas.

Ouvir, em vez de ler, uma entrevista dá outra contextualização à conversa. Nesse ínterim, nada supera as pausas, o silêncio da entrevista.

Brasil vota contra plano da ONU para proteger jornalistas

Países como o nosso, Índia e Paquistão (onde é alto o índice de crimes contra jornalistas) embarreiraram na ONU a aprovação de uma iniciativa da Unesco que, em linhas gerais, pretende ampliar as instâncias de discussão da importância da liberdade de expressão, além de mecanismo de proteção aos profissionais de imprensa.

O Comitê de Proteção aos Jornalistas da ONU estima em 900 colegas mortos apenas nas últimas duas décadas.

ATUALIZAÇÃO: De acordo com a assessoria de comunicação do Ministério das Relações Exteriores, o Brasil é a favor do plano de ação, mas contrário ao procedimento para aprová-lo e também a alguns trechos do texto. O país diz não ter dito voz na formatação do plano e questiona, por exemplo, a definição do que seriam “situações de conflito e não conflito” enfrentadas por jornalistas.

 

Após quase três anos, enciclopédia colaborativa chega à metade do trabalho

Em março de 2008 falei sobre o lançamento da Encyclopedia of Life, que tinha como objetivo inventariar as 1,8 milhão de espécies conhecidas no planeta num trabalho baseado em colaboração – a inteligência coletiva de verdade.

Pois bem, dois anos e meio depois, já são 752.996 seres descritos no site graças à cooperação de 52.825 pessoas que se associaram sem fins lucrativos ao projeto.

Ainda há muito a fazer, mas histórias como as da enciclopédia da vida mostram que estamos no caminho certo ao sugerir o engajamento para o bem comum.

Um dado mínimo para ilustrar isso é a própria Wikipedia: se passamos 10% de nossas vidas vendo TV, com apenas 1% deste tempo foi possível construir o inacreditável sonho de Jimmy Wales.

Projeto quer dar mais visibilidade a jovens jornalistas

Vi num link patrocinado do Google, mas não deixa de ser interessante: o projeto Youth Journalism, que se propõe a dar espaço e apoio a jovens repórteres espalhados pelo mundo.

Evidente que o pano de fundo disso tudo é “doe dinheiro e colabore com essa gente”. Na verdade, a melhor colaboração é a exposição do trabalho.

Hoje, com o poder da rede, é muito fácil distribuir um grande trabalho jornalístico por aí. Depende muito mais dos jovens jornalistas do que de alguém que, de repente, resolva meter a mão no bolso.

http://youthjournalism.org/?gclid=CNjGtv6QpakCFQ0J2godHGfMwA

O prazer de fotografar numa Polaroid

Outro dia a Polaroid fez anos, e achei um projeto bem interessante na web que usa esse formato (quem está na casa dos 40, como eu, sabe bem o quão sensacional era tirar uma foto e ver a imagem se formar, em poucos minutos, diante de seus olhos).

Pois bem, American Tourist traz de volta um pouco dessa sensação ao registrar turistas em viagens pelos Estados Unidos.

Bom domingo.

Uma bela pauta diante dos nosso olhos

Muito boa ideia do La Información, o jornal nativo digital da Espanha _e a execução, com integração multimídia, é ao mesmo tempo simples e bacanuda.

A pauta: entrevistar correspondentes estrangeiros no país. São ele que oferecem, afinal de contas, a imagem que o mainstream lá de fora vai refletir de sua terra.

Conhecer os assuntos nacionais que mais suscitam interesse globalmente não serve apenas de leitura saborosa, mas podem orientar projetos editorais e comerciais.

É algo que pede para ser copiado…