Arquivo da tag: Politico

Babado forte na redação do NYT

Babado forte na redação do The New York Times, aquele jornal que figura numa categoria com um único integrante, o The New York Times.

Segundo o site Politico, a editora-chefe Jill Abramson (que ocupa o cargo há 18 meses) teria perdido o equilíbrio nas cobranças à sua equipe e, com isso, o próprio suporte do time.

A coisa saiu do controle a ponto de o editor-chefe, Dean Baquet, ter dado um piti após deixar a sala da chefe e abandonar a redação pelo resto do dia – inclusive a sagrada reunião de primeira página, às 16h. Dean é o único “on” da reportagem (além da assessoria de imprensa).

Pois bem, as revelações do Politico agora são alvo de dezenas de críticas. Como a de que reclamar do chefe é normal e a matéria jamais teria ido ao ar se Abramson fosse homem. Ou o excesso de fontes sigilosas. E ainda que esse tipo de entrevero é a coisa mais comum do mundo nas redações.

O fato é que jornalista adora uma fofoca.

Caiu a ficha?

Demorou, mas a ficha do jornalismo profissional começa a cair: o avanço tecnológico tirou da imprensa a condição de filtro universal e único mediador. Isso é ótimo, mas tem gente que acha muito ruim.

O exemplo é o da administração Obama, que usa as ferramentas da web para falar diretamente aos cidadãos, sem a necessidade de contar, para isso, com a mediação da imprensa.

Daí que exista quem veja manipulação, como mostrou artigo do brilhante site Politico. Abaixo, reproduzo um parágrafo.

“President Barack Obama is a master at limiting, shaping and manipulating media coverage of himself and his White House. Not for the reason that conservatives suspect: namely, that a liberal press willingly and eagerly allows itself to get manipulated. Instead, the mastery mostly flows from a White House that has taken old tricks for shaping coverage (staged leaks, friendly interviews) and put them on steroids using new ones (social media, content creation, precision targeting). And it’s an equal opportunity strategy: Media across the ideological spectrum are left scrambling for access.”

Bom ou ruim, é inexorável.