Arquivo da tag: emergentes

E se o seu jornal favorito deixasse de ser impresso?

Pesquisinha rápida nos EUA: 59% dizem que se seu jornal predileto deixasse de ser impresso, leriam numa boa apenas a versão on-line. Mas 37% não têm dúvidas: migrariam para o produto em papel do concorrente.

A discussão ainda não faz muito sentido no Brasil (e em outros emergentes), onde o jornalismo impresso tem bastante espaço para crescer (minha tese é de décadas, ou seja, pelo menos mais 20 anos de expansão).

Mesmo assim, podíamos começar a pensar nisso…

O jornal de 17 milhões de exemplares por dia

Escrito em hindi, o Dainik Jagran atinge 55 milhões de leitores por edição

Escrito em hindi, o Dainik Jagran atinge 55 milhões de leitores por edição

Durante décadas (e isso persiste até hoje) a resposta à pergunta “qual o jornal de maior tiragem no mundo?” era fácil: o japonês Asahi Shimbun e seus 8 milhões de exemplares diários.

Pois estamos todos desatualizados.

O diário mais vendido do planeta, e já há algum tempo, é o indiano Dainik Jagran (“A Verdade”), que põe nas ruas todos os dias impressionantes 17 milhões de cópias _um alcance de quase 55 milhões de leitores. O jornal é escrito em hindi, língua dominada por 41% dos 1,2 bilhão de habitantes do país asiático.

O Financial Times relata que o negócio do jornal anda de vento em popa, impulsionado por um crescente grupo de engajados políticos e recém-alfabetizados: ele faturou 15% a mais no último quadrimestre, com relação ao lucro auferido no mesmo período do ano passado.

Sim, a Índia (como Brasil e China) ainda não conhece a crise dos jornais impressos como se vê nos EUA e na Europa. Claro, há milhares de pessoas saindo da linha de pobreza todos os dias e conquistando só agora acesso a informação paga.

Os números indianos são especialmente pedagógicos nesse aspecto: em 1976, só 35% da população era alfabetizada. Hoje, esse número dobrou.

Longa vida ao Dainik Jagran.