Arquivo da tag: arquivo

O Globo está todo na rede

Não posso deixar de mencionar que todo o arquivo do jornal O Globo, um dos mais importantes do país, agora está à disposição de todos nós graças à digitalização do acervo.

Viva!

O arquivo vivo das entrevistas

Jornalista precisa gravar todas as suas entrevistas por uma questão de precisão e segurança, mas o que fazer com aquele arquivo imenso que, algum tempo depois, serve apenas para ocupar espaço em seu disco rígido?

Um projeto nascido nos EUA se dispõe a resgatar e retrabalhar o baú de preciosidades dos coleguinhas.

Ouvir, em vez de ler, uma entrevista dá outra contextualização à conversa. Nesse ínterim, nada supera as pausas, o silêncio da entrevista.

O Estado de S. Paulo põe 137 anos de história no ar

Já está no ar uma preciosidade: a história, digitalizada, de 137 anos de O Estado de S. Paulo, um dos mais importantes jornais brasileiros.

É edição por edição desde 4 de janeiro de 1875 quando, sob o nome de A Província de São Paulo, o produto circulou pela primeira vez.

Tá esperando o que pra ir lá?

Os jornais paulistanos e a 1ª Guerra Mundial

O Arquivo Público do Estado de São Paulo acabou de subir uma nova leva de publicações digitalizadas. Desta vez, o foco é a 1ª Guerra Mundial (1914-1918).

Sensacional poder conhecer a cobertura que veículos como O Combate (reprodução acima) deram ao conflito.

No acervo, também há notícias sobre o andamento da guerra nas páginas dos jornais O Correio Paulistano e As Novidades.

As joias do arquivo do The Guardian

Aos 190 anos, o jornal inglês The Guardian está resgatando diariamente pérolas de seu valioso arquivo.

Uma contribuição valiosa para a memória e registro do jornalismo impresso.

Folha de S.Paulo disponibiliza arquivo desde 1921

São 1,8 milhão de páginas: o acervo digitalizado da Folha de S.Paulo.

Muito a ver.

Em 1933…


…até Lampião, no sertão nordestino, lia jornal impresso.

(fotografia sensacional do acervo do jornal O Globo)

A internet que desaparece aos poucos

Jack Lail escreve preocupado, e com razão, sobre pedaços inteiros publicados na internet que estão simplesmente desaparecendo, como quadros e imagens que ferramentas como o sensacional (mas incompleto)  Wayback Machine são incapazes de guardar.

Desativar antigos servidores ou falta de cuidado na mobilidade e transferência de dados são os responsáveis, em boa medida, por páginas e mais páginas que somem diariamente na rede _inclusive os de sites jornalísticos, claro.

É engraçado, diz Lail, que o suporte digital, teoricamente muito mais adequado para arquivamento, em muitos casos tenha sido destruído por absoluta falta de interesse e cuidado. Enquanto isso, jornais em papel bem mais antigos estão chegando ao mundo digital graças a iniciativas como a do Google.

Hoje, é comum acessar notícias que dependem de quadros/artes (com ênfase estatística, portanto) que ficam absolutamente incompreensíveis sem as imagens. Com elas, se vai também a contextualização da notícia.

A web está sumindo. Pelo menos, em parte. Dá para fazer alguma coisa?

Com a palavra, os jornais.

O fantástico acervo da revista Life

Uma perturbadora capa da Life durante a Segunda Guerra Mundial

Uma perturbadora capa da Life durante a Segunda Guerra Mundial

Já está no ar o portal da Life, que resgata conteúdo histórico da revista norte-americana criada em 1936 e, em diferentes formatos e periodicidades, circulou até 2000.

Uma parceria com a Getty Images, uma das principais agências de fotojornalismo do mundo, permitiu que a revista renascesse na internet. Tanto que possui fotos do dia, todas (claro) fornecidas pela Getty.

Mas o prato principal são as imagens históricas, mais de 3 mil, que remontam a 1850. É uma surpresa atrás da outra no acervo. Dá pra perder horas ali. Pois perca, porque vale demais.

ATUALIZAÇÃO: esta galeria sobre a Guerra do Vietnã é sensacional também.