Robôs políticos

Segundo dados mais recentes, a atividade de robôs corresponde a 55% de todo o tráfego on-line (só no Twitter, eles são pelo menos 23 milhões de contas ativas). Na política, servem para manipular a opinião pública, espalhar spam e anabolizar artificialmente a quantidade de seguidores em sites de redes sociais como Facebook e Twitter.

Neste interessante artigo, Samuel C. Woolley tenta demonstrar que em países com democracias mais maduras (como o Reino Unido) os robôs servem mais à constituição falsa de números robustos do que propriamente a desmobilizar e confundir – como constatado em Argentina e México, por exemplo.

Importante: o Brasil não foi objeto dessa coleta científica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s