Pesquisadores sugerem boicote a jornais pró-impeachment

Neste momento, professores de jornalismo debatem, numa lista de e-mail, a pertinência de se boicotar pesquisas acadêmicas que envolvam jornais que, de uma forma ou de outra, tenham apoiado o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Isso significa deixar de analisá-los em pesquisas, além de mergulhar a academia de vez em seu próprio obscurantismo e obsolescência.

A argumentação, que nasceu meramente política, ganhou nos últimos dias contribuições (como a que descrevo abaixo) que têm como intenção supostamente direcionar o debate para um critério científico.

“A mídia mainstream/hegemônica ainda é bastante hegemônica também nos estudos acadêmicos da comunicação, talvez até mais do que a diversidade de mídias atuantes/relevantes no país levaria a crer. Mais objetos (para além da mídia “mainstream”) trariam uma diferença revigorante.”

É realmente lamentável o estado a que chegamos.

Uma resposta para “Pesquisadores sugerem boicote a jornais pró-impeachment

  1. tenho interesse em acompanhar a lista onde este debate é travado

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s