No

Acabo de ganhar uma ridícula disputa por direitos autorais de um vídeo compartilhado no YouTube.

As imagens acima, que pertencem ao povo chileno e dizem respeito ao plebiscito que enxotou Pinochet, quase foram furtadas pela produtora que agencia globalmente o filme “No”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s