Arquivo do mês: janeiro 2014

Um modelo de produção de conteúdo

Há tempos eu quero falar sobre o Buzzfeed, mas o amigo Rafael Sbarai chegou primeiro e fez a análise certeira.

O modelo ali é o que mais se aproxima de uma abordagem moderna de produção de conteúdo. Estamos todos ainda mal acostumados à ideia de que, se há textos e relatos, deve haver jornalismo. Nada mais equivocado.

Não bastasse o jornalismo ser um convite à burocracia e à ausência de criatividade, ele também crê possuir o monopólio sobre determinados formatos. Daí o nariz torcido ao BuzzFeed, muitas vezes.

Mas o segredinho do BuzzFeed se chama tecnologia. Um mago da viralização trata de analisar o que será distribuído loucamente. Está explicado.

Previsões para o setor editorial em 2014

Audiolivros e publicações interativas (além de vídeos, claro) são algumas das tendências para o setor editorial em 2014.

Pós em Comunicação Multimídia na Faap

A reformulação do curso de pós-graduação em Comunicação Multimídia da Faap é um dos projetos aos quais me dediquei quase de forma integral nos últimos meses. E, agora, as inscrições para as turmas de 2014 já estão abertas.

O curso traz, em toda sua grade, uma perspectiva fundamental: a convergência dos campos da comunicação. Hoje, a multidisciplinaridade é uma característica indispensável – e ainda não há, nos cursos habituais de jornalismo, publicidade, marketing e relações públicas, essa compreensão. Pois terá de haver.

Saiba mais detalhes do curso e faça sua matrícula!

Castelinho, o colunista

Carlos Castelo Branco, o Castelinho, foi provavelmente o maior colunista de política do jornalismo brasileiro. Vale a pena ver o especial produzido pela TV Brasil para contar a história do profissional que, mais do que ter fontes, era consultado por elas.

A coleção narrativa do NYT…

…guardada num único link, com a lista de produtos em novas narrativas que o jornal norte-americano lançou no ano passado.