Spammers na cadeia

Saiu este mês, em Moscou, aquela que é provavelmente a primeira condenação de que se tem notícia de acusados de enviar spam.

A Rússia figura entre os campeões mundiais de spam – em 2011, estimava-se que a atividade rendeu US$ 1,5 bilhão a cibercriminosos do país.

Com a condenação de alguns spammers proeminentes, a questão que agora se levanta é se o governo russo, que sempre contou com o auxílio destes para atacar opositores, resolveu abrir mão desta importante tática de guerrilha virtual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s