O problema da ESPN

Muito boa essa análise sobre o poder da ESPN, que detém contratos milionários com as principais ligas americanas e consegue até mudar times de sede, entre outros aspectos monopolistas. Com mãos de ferro, ela manda em tabelas, horários, regulamentos…

Surpreendente saber que a emissora, hoje, responde por cerca de metade do faturamento do grupo Disney (US$ 5,4 bilhões), uma autêntica máquina de fazer dinheiro.

A questão central é: que jornalismo faz uma rede tão enfronhada nos negócios? Mais, no caso do Brasil: será que a emissora é tão crítica e combativa justamente porque está à margem dessa cadeia de comando?

3 Respostas para “O problema da ESPN

  1. Oi Alec,

    Acho que estamos vivendo a mesma coisa no Brasil, só que aqui temos a Globo como dona dos campeonatos, a ESPN realmente está a margem neste quesito. Entretanto, eu creio que o melhor jornalismo esportivo no Brasil é praticado por eles, em sua maioria imparciais e com temas e pautas interessantes, diferente dos outros programas que focam somente no resultado.

  2. Pingback: A ESPN e a ESPN | Webmanario

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s