Leituras de FHC

Em seu artigo dominical quinzenal para O Estado de S. Paulo, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso resenhou dois livros que abordam as relações cidadão-instituições (em especial as que exercem o poder) na era da informação.

Trata-se de “Redes de Indignación y Esperanza”, de Manuel Castells (um velho frequentador e amigo desta página), e “The End of Power”, de Moisés Naim – que no Brasil escreve para a Folha de S.Paulo.

“Assim como Castells, Naim reconhece a importância dos movimentos contestatórios contemporâneos e sabe que a perda de legitimidade dos que mandam está na origem das revoltas contra as democracias representativas. Com uma diferença: Naim aposta no reencontro entre o protesto explosivo — “apolítico”, no sentido de ser indiferente à reconstrução do Estado e das instituições — com a renovação dos partidos e das instituições. Não perdeu a esperança no restabelecimento de elos entre a autonomia do indivíduo e a representação política nas instituições, inclusive nos partidos.”

Ambos os livros são ótimos. Excelente dica do ex-presidente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s