Babado forte na redação do NYT

Babado forte na redação do The New York Times, aquele jornal que figura numa categoria com um único integrante, o The New York Times.

Segundo o site Politico, a editora-chefe Jill Abramson (que ocupa o cargo há 18 meses) teria perdido o equilíbrio nas cobranças à sua equipe e, com isso, o próprio suporte do time.

A coisa saiu do controle a ponto de o editor-chefe, Dean Baquet, ter dado um piti após deixar a sala da chefe e abandonar a redação pelo resto do dia – inclusive a sagrada reunião de primeira página, às 16h. Dean é o único “on” da reportagem (além da assessoria de imprensa).

Pois bem, as revelações do Politico agora são alvo de dezenas de críticas. Como a de que reclamar do chefe é normal e a matéria jamais teria ido ao ar se Abramson fosse homem. Ou o excesso de fontes sigilosas. E ainda que esse tipo de entrevero é a coisa mais comum do mundo nas redações.

O fato é que jornalista adora uma fofoca.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s