Um Pulitzer póstumo

Um grupo de jornalistas iniciou uma campanha para que um dos maiores furos de todos os tempos, a rendição da Alemanha nazista em 1945, seja premiado quase 70 anos depois com o Pulitzer, a comenda mais importante do jornalismo dos EUA.

Seu autor, Ed Kennedy (que morreu em 1963) ganhou foi o bilhete azul após noticiar o fato – que estava sob censura das autoridades americanas.

Seu empregador, a agência Associated Press, já se desculpou oficialmente com seus descendentes pela insólita demissão.

Uma resposta para “Um Pulitzer póstumo

  1. Tantos absurdos que aconteceram há anos, e atualmente, com a cara mais deslavada, pedem desculpas às gerações. Isso tem valido para tudo e não só nesse caso específico. Uma lástima.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s