A era do eu sozinho

Vice-presidente sênior da CNN mundial, Parisa Khosravi é uma testemunha viva de como a tecnologia permitiu que se fizesse – em vários casos – mais com muito menos.

Explico: formada em 1987 (cinco anos de mim, portanto!), ela começou a carreira numa época em que coberturas exigiam muitos equipamentos e, principalmente, equipes numerosas.

“Hoje, em muitos casos, uma ou poucas pessoas conseguem fazer o mesmo trabalho.”

No caso da TV, é uma referência clara ao entorno que acompanhava o repórter, hoje solitário com seu dispositivo móvel com câmera full HD.

Para outras mídias, porém, esse relato é mais do que um alerta: é real, o que tem feito os profissionais, cada vez mais, se desdobrarem.

Vida que segue.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s