O cartunista silenciado a bala

Crítico feroz das autocracias árabes e também do Estado de Israel, o cartunista Naji Al Ali não viveu para ver a transformação ora em progresso no Oriente Médio: ele foi assassinado em Londres, em 1987, com tiros na face.

Com inimigos dos dois lados, a morte do cartunista jamais foi esclarecida.

Palestino, foi uma das grandes vozes da imparcialidade que faz tanta falta para o entendimento entre os povos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s