Um debate sobre direito autoral

Interessante, no sentido de motivar a discussão, a pretensão do Ecad (Escritório Central de Distribuição e Arrecadação) de cobrar R$ 350 mensais de blogueiros que embedam clipes musicais do YouTube.

O debate aqui é o seguinte: o ato de embedar é igual ao de linkar? Há argumentos que podem levar às duas conclusões, mas é inegável que existe um pedágio (o de tempo de permanência) cobrado pelo blog que embeda.

De toda forma, o histórico do Ecad é tão desagradável e sem transparência que, liminarmente, sou contra qualquer pleito que ele capitaneie.

ATUALIZAÇÃO: Alguns dias depois o YouTube respondeu  publicamente ao Ecad entendendo que a cobrança é indevida.

3 Respostas para “Um debate sobre direito autoral

  1. E ecad cobra duas, três, quatro vezes. É um grupo de pilantras que interpreta a legislação da forma que bem entende. E nenhuma esfera do poder faz nada para impedir ou controlar.

    Fico contente quando vejo grupos isolados usando a ferramenta para se adaptar as novas tecnologias e resguardar seus direitos autorais. Veja o caso da produtora que negociou com o SBT os direitos do seriado Chaves para fazer um canal no youtube. Ganha o responsável pela série, ganham os responsáveis pela dublagem brasileira. A propriedade intelectual ganha. Todos ganham com a publicidade e a receita do canal. Fazer as pessoas assistirem no canal adequado é outro problema…. mas é uma alternativa legal.

    • Exatamente, Everton, todo esse debate está suscitando, na verdade, novas negociações de direitos antes impensáveis.

  2. Tatiana Damasceno

    Bem, o Youtube já paga pelos direitos autorais das músicas de seu site.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s