WikiLeaks em guerra contra a mídia tradicional

Julian Assange segue firme em seus cavalos de batalha contra a mídia tradicional, a mesma que, registre-se, tornou seu projeto WikiLeaks célebre.

Agora, Assange acusa o The Guardian de ter sido desleixado e deixar vazar um código de segurança que abriu 251 mil documentos até então não publicados, revelando o nome de diplomatas e colocando outras pessoas em situação constrangedora (para não dizer perigosa).

O jornal britânico se defende e diz não saber como o arquivo que continha o material, removido de seu servidor, reapareceu no BitTorrent _e daí, caiu na rede.

O WikiLeaks já havia rompido com o The New York Times porque o jornalão se recusou a seguir o cronograma de publicações de outros documentos sugerido por Assange.

Convenhamos: quem trabalha com vazamentos não deveria, a priori, se incomodar com um.

Uma resposta para “WikiLeaks em guerra contra a mídia tradicional

  1. Pingback: WikiLeaks em guerra contra a mídia tradicional | Webmanario | Media Brasileiro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s