A quantas anda a cultura do grátis

Interessante por onde avançou a cultura do grátis nos EUA: algumas marcas estão oferecendo de graça produtos antes pagos em troca de maior fidelidade dos clientes.

Coisas do tipo o streaming de todos os jogos da liga de beisebol.

O conceito do preço zero como tendência foi introduzido em 2009 por Chris Anderson. Não há indícios de que isso se sustente enquanto tese, como era a pretensão.

No contexto de pequenas ações de marketing, e preferencialmente na internet, não chegou a ser febre, mas vem crescendo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s