O jornalismo mostra sua cara no Tumblr

Já são pelo menos 160 os produtos jornalísticos que estão presentes no Tumblr, uma plataforma entre blog e microblog que tem experimentado um crescimento considerável de 2010 pra cá (o site foi criado em 2011).

O último foi o Washington Post, que seguiu os exemplos do The Guardian e do Los Angeles Times.

É mais uma plataforma em que o jornalismo vai precisar mostrar a sua cara. Basicamente, para convidar o usuário a participar diretamente do noticiário, compartilhando texto e imagens.

Nenhuma grande novidade, a não ser a facilidade de publicação.

Mas provocará barulho.

5 Respostas para “O jornalismo mostra sua cara no Tumblr

  1. Recentemente, pensei em fazer outro blog – no WordPress, de preferência. Decidi o nome, o endereço e a proposta da minha “página virtual”. Mas pesquisei outros meios e encontrei o Tumblr. Achei muito interessante e inovador o formato etc. da plataforma e, desde então, fiquei meio confuso qual dos dois (blog ou Tumblr) é mais válido hoje em dia.

    Semana passada, o caderno Tec, da Folha de S.Paulo, falou sobre blogs. De certa forma, fiquei animado, porém a dúvida permaneceu, principalmente depois de ler uma nota de sua coluna, mestre Alec Duarte, perguntando se “Chegou a hora de parar?”. Dizia: “Levantamentos mostram declínio na criação das páginas que já foram febre. Isso é pior do que a realidade da ferramenta, na qual dois terços dos blogs passaram a vida desatualizados ou foram abandonados em um mês.

    Então, mestre e nobre companheiro de profissão, o que me sugere?

    Abraços!

    • Felipe,
      A fato de a plataforma blog estar desgastada não significa que não haverá quem seguirá blogando, caso deste escriba. A migração para outras ferramentas deve estar atrelada às necessidades de publicação ou à vontade de estar em ambientes mais pop (“na moda”) para promover conteúdo. No seu caso, se pretende trabalhar em conjunto com outras pessoas cujas postagens comporão o todo, o Tumblr tem tudo a ver com o projeto. Assim como se é seu desejo ficar na moda. Apesar de ser de 2007, só agora o site chegou à crista da onda.
      abs

      • Felipe Menezes

        É verdade, mestre. Apesar de o blog não estar em alta, sempre haverá alguém que utilize essa ferramenta. Acredito também que para promover o conteúdo não é preciso estar em um meio pop, e, sim, a forma como é feita essa fomentação. Então, vou ficar com o blog, porque é o formato que se apresenta melhor à minha simples proposta editorial (um espaço que não terá restrição a assuntos, onde pretendo misturar sátira, reflexão, opinião etc. comentando o noticiário). Muito obrigado, Alec!
        Abraços!

      • Agora dá o endereço do blog ae, pow!
        abs

  2. Pingback: O jornalismo mostra sua cara no Tumblr | Webmanario | Buzz Search Engine

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s