‘O Mundo Segundo a Monsanto’ é desonesto, mas sensacional

Eu ainda acho que é vilanização antes da hora (e sem provas), mas o documentário “O Mundo Segundo a Monsanto” é um dos melhores e mais bem amarrados que já vi.

Obra da francesa Marie-Monique Robin, cuja intenção é alertar o mundo sobre os perigos dos transgênicos _apelando algumas vezes a desonestidades clássicas do jornalismo, como mostrar só um lado da moeda.

Pessoalmente, eu acho que esse tipo de modificação genética ainda vai salvar a humanidade de passar fome, protegendo alimentos de pragas e ampliando a capacidade de plantio em regiões menos favorecidas.

Mas isso nem eu nem você estaremos no planeta para conferir.

6 Respostas para “‘O Mundo Segundo a Monsanto’ é desonesto, mas sensacional

  1. você é um babaca, como alguem quer ser jornalista sendo altamente manipulavel dessa maneira?
    o mundo ta uma bosta por causa de jornalistas como você
    sei de pessoas ameaçadas de morte de quererem optar por fazer uma plantacao organica, você devia pesquisar mais antes de escrever isso no seu site
    e outra com certeza uma pessoa fazendo um documentario com tanta dificuldade que é essa area esta sendo mais desonesta jornalisticamente do que uma multinacional americana que quer ter o controle mundial do alimento ne?
    oi? qualquer idiota percebe isso
    grata

    • Regina,

      Parabéns pela sua noção de diversidade de opiniões e ambiente democrático. O mundo está uma bosta por causa de pessoas como você.
      abs

  2. O problema da fome no mundo é social. Essa soja RR que plantamos mundo afora (e o Brasil planta MUITO) é uma monocultura destruidora que tem como objetivo dar aporte para a produção de ração bovina no exterior. Não é pra “acabar com a fome no mundo”. E ainda com todo o monopólio corporativo por trás, que o documentário denuncia muito bem. Mais de 80% dos alimentos que nós brasileiros consumimos provêm da agricultura familiar. A monocultura em larga escala e com o aporte dos transgênicos é uma ameaça à preservação das cultivares e variedades tradicionais/crioulas. Esse modelo aposta na homogeneidade das culturas, ignorando a nossa incapacidade de entender o que se está plantando e consumindo.

    • Obrigado pela participação, Paulo.

      O que quero dizer é que podemos aproveitar esse avanço tecnológico para, sim, “acabar com a fome no mundo”.
      abs

  3. MONSANTO EMPURRA LIXO TÓXICO PARA OS NOSSOS PRATOS. Novas pesquisas alertam para a infertilidade humana! Se você acha que eles são bonzinhos e querem salvar o mundo da fome, desculpe, mas está sendo muito ingênuo. Só querem lucro e redução populacional.
    Confira:

    • Insisto: não há posição clara sobre o assunto e, insisto 2, essas modificações (jamais monopolizadas pela Monsanto, me entendam) levarão comida a rincões inóspitos. Ser pago por papai para se pendurar na âncora de um navio na Noruega não vai resolver o problema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s