Aviões e objetos históricos da falida Vasp, enfim, vão a leilão

ATUALIZAÇÃO: O caso Vasp está a cargo da 1ª Vara de Falências de SP, que fica no Fórum João Mendes, na Liberdade. Informações sobre a data dos leilões devem ser buscadas no Tribunal de Justiça de SP.

Por ora, os aviões da empresa estão sendo paulatinamento desmontados.

Reportagem desta quinta (9/9/2011) exibida pelo Jornal Nacional confirmou que memorabilia da empresa (como caixas pretas e uniformes da tripulação) serão mesmo leiloados.

ATUALIZAÇÃO: Começa o desmonte dos aviões da Vasp em Congonhas, com vídeo da Globo News.

Incrível, mas um dos posts mais acessados da história do Webmanario não tratava exatamente de novas mídias: minha visita à Feira da Aviação Civil realizada no ano passado, em São Paulo, quando tive a oportunidade de ver de perto, pela primeira vez, o sucateamento de parte da frota da Vasp, a ex-estatal aérea paulista que parou de voar em 2005 deixando uma imensa massa falida e, principalmente, milhares de trabalhadores sem receber o que tinham direito.

Uma pergunta um bocado curiosa, mas que se tornou comum na caixa de comentários daquele texto, era se existia a possibilidade de comprar um daqueles aviões.

Pois bem, por decisão do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), dentro de pouco mais de 20 dias ocorrerá o primeiro leilão (de um Boeing 737-200) para dar sequência ao plano do governo brasileiro de liberar espaços ocupados indevidamente em aeroportos nacionais. Outros 80 mil objetos de valor histórico (maquetes e uniformes de pilotos e aeromoças, por exemplo) também serão leiloados.

Fato é que este blog acabou se tornando um pouco o espaço dos amantes da aviação e saudosistas da Vasp (fiz algumas viagens memoráveis pela empresa, como a minha primeira vez na Europa, por exemplo). Em respeito a essas pessoas, manterei o assunto por aqui sempre que houver novidades, como agora.

O texto abaixo é de Gilson Euzébio, da Agência CNJ. Assim que a data do leilão for marcada oficialmente, eu conto pra vocês!

“Um Boeing 737-200, pertencente à massa falida da Vasp, será o primeiro avião a ser leiloado dentro do programa Espaço Livre, implantado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em parceria com a Empresa de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Ministério da Defesa, Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A data do leilão será fixada ainda nesta semana em reunião com o juiz da 1ª Vara de Falências de São Paulo, informou Marlos Melek, juiz auxiliar da Corregedoria Nacional de Justiça.

A decisão de iniciar a venda dos ativos da Vasp foi tomada pela Comissão Executiva do Programa Espaço Livre, integrada por representantes de todos os participantes do programa. “A Justiça vai devolver o espaço do Aeroporto de Congonhas à Infraero com a maior brevidade possível”, afirmou Marlos Melek. Além de ocupar espaço e impedir a realização de obras no aeroporto, os aviões estacionados no pátio têm um alto custo para a massa falida.

O Boeing a ser leiloado, segundo o juiz, tem valor histórico pela sua antiguidade. Serão vendidos também cerca de 80 mil objetos de valor histórico, como maquetes de aviões, fotos, uniformes de pilotos e aeromoças, peças ornamentais. O evento será transmitido pela TV Justiça.

A Comissão marcou para o dia 30 de março o início do desmonte dos aviões. O primeiro é um Airbus, também pertencente à massa falida da Vasp. Antes, porém, a Anac fará um laudo, a ser apresentado até 15 de março, sobre o estado de conservação do Boeing e do Airbus. O laudo vai mostrar se os dois aviões ainda têm condição de voar ou se são apenas sucata.

Em uma semana, o Ministério da Defesa apresenta o plano de logística para desmontagem e transporte dos aviões. O Aeroporto de Brasília, com sete aviões parados, será o próximo alvo do Espaço Livre.

Para evitar que os aeroportos sejam novamente ocupados por aviões sob a custódia da Justiça, o Ministério da Defesa vai definir, dentro de dois meses, aeroportos de referência para receber aeronaves embargadas pela Justiça. Aviões com problemas judiciais terão que pousar nos aeroportos previamente definidos pelo Ministério da Defesa.”

17 Respostas para “Aviões e objetos históricos da falida Vasp, enfim, vão a leilão

  1. EU ESTOU GOSTANDO MUITO DESSE PROGRAMA.E LEGAL!

  2. Trabalhei de 1982 a 1991 nessa empresa, na parte de manutenção de motores, saindo um ano apos sua privatização. Logo no início da Era Canhedo, algo sinalizava que sua gestão levaria a VASP à bancarrota. Infelizmente eu não estava errado, algo no meu íntimo dizia que eu deveria sair. A mesma sorte não tiveram meus companheiros da manutenção, que já perderam a esperança de um dia verem algum dinheiro pela mais do que justa e merecida indenização.

  3. mislene
    trabalhei na VASP de 2002 a 2005,no setor de bagagens,infelizmente sai da empresa, já praticamente falida,ao contrário de muintos de meus colegas de trabalho,já perderam a esperança,mais eu tenho fé,e acredito que vou receber meus direitos.

  4. Fui e Voltei de VASP em Viagem Nacional. O Avião era uma sucata Voadora…Fazia Muito Barulho e sacudia tudo… Eita Laskera.

  5. Pingback: Começa o desmonte de aviões da Vasp em Congonhas | Webmanario

  6. Pingback: A pauta esquecida: cemitério de aviões da Vasp | Webmanario

  7. quero compra um aviao como faço

  8. Gostaria de saber como faço para ser reenbolçado? pois comprei uma passagem áerea em Brasilia é na hora do embarque o vôo foi cancelado. Disseram que o valor ia ser depositado em minha conta pessoal. Mais até hoje nunca recebi o meu dinheiro de volta. ESSA VASP É UMA LADRONA!!!!

  9. LUIZ CLAUDIO TEIXEIRA DA SILVA

    OLÁ ASSISTI ONTEM À REPORTAGEM DO JN E GOSTARIA DE SABER MAIS DETALHES DO LEILÃO DOS ARTIGOS DA VASP…
    VC´S SABEM ME DIZER SE TEM ALGUM SITE OU SEI LÁ, ALGUMA COISAS PRA EU E NTER EM CONTATO??
    OBGDO

  10. Gostaria de saber se algum tipo de extintores de incendio sera leiloados tambem!

  11. LUIZ CLAUDIO TEIXEIRA DA SILVA

    bah então não vou poder participar..pensei que fosse rola um leilão virtual,ou seilá algo do genero!!!
    moro mto longe pra buscar informaçoes direto aí.
    mas obrigado pelo esclarecimento

  12. Ex-funcionário, gerente de loja no ABC,paulista deixei a empresa logo no inicio da mau fadada era Canhedo, 1992,Viamos chegar novos equipamentos diariamente,como se realmente fosse causar uma revolução no transporte aéreo,ledo engano,era tudo armação para sucatear, e deixar essa divida enorme.Ele não ficou me devendo nada,monetariamente,mas lamento pelos colegas.E agora esse leilão pífio inexpressivo.Tristeza.

  13. Pingback: As dez mais lidas de 2011 no Webmanario | Webmanario

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s