Por que a aproximação entre Brasil e Irã provoca horror

É muito fácil entender por que a proximidade entre Brasil e Irã horroriza o Ocidente. Experimente fazer uma busca com os termos hanging iranians na ferramenta de pesquisa de imagens do Google.

Fotos como a aí de cima, impressionante, surgirão aos montes.

É algo que o fotojornalismo faz muito bem por todos nós. E é irrefutável.

3 Respostas para “Por que a aproximação entre Brasil e Irã provoca horror

  1. Acho uma simplificação muito grande colocar que o Brasil está se “aproximando” do Irã, no sentido de apoiar o regime do aiatolá. Não é isso que está sendo feito.

    Diplomacia pela paz é o que está acontecendo. O Brasil está disposto a manter uma janela de diálogo com o regime, enquanto os Estados Unidos querem incentivar apenas a tensão e aumentar o desequilíbrio.

    O Irã fere os direitos humanos? Sem dúvida. Mas o ocidente não consegue nada se tenta ditar normas àquele país, aplicar sanções, esse é o caminho do radicalismo. O que está sendo feito é política. O Brasil como um player global, membro do conselho de segurança, não pode se furtar a não intervir. Num mundo de extremismos, a posição conciliadora brasileira parece ser uma das poucas a dar vez a melhorias nesse cenário, inclusive dos direitos humanos.

    O uso da diplomacia para promover a guerra é o que me horroriza mais.

  2. E a aliança do Brasil com a China, és contra também? Ou será que a China é uma democracia?

    Os EUA tem Guantânamo, onde prisioneiros são torturados, humilhados e mantidos em condições sub-humanas. Abu-Graib não fica nada atrás (olha que “beleza” que é a “democracia” dos EUA: http://bit.ly/b0xcNm)

    Vamos romper com os EUA também?

    Aliás, os EUA apoiam a Arábia Saudita – um regime absolutista em pleno século XXI. Cadê a “horrorização” dos EUA?

    A questão é: política externa não se faz com ideologia, mas com pragmatismo.

    Se o Brasil tem condições de oferecer asilo aquela iraniana condenada lá, é justamente por que conversa de igual para com o Irã, mesmo discordando de seu regime.

    Não se pode usar a política externa brasileira para fazer politicagem, como Serra faz. Interesses de Estado estão acima dos interesses partidários. Os brasileiros ganham muito conversando com todas as nações do mundo, mesmo discordando muitas vezes de seus regimes.

    Aliás, muitos que criticam as relações do Brasil com ditaduras, estão cheios de produtos chineses em suas casas.

  3. Concordo com as opiniões do Victor e do Lucas.
    E sobre as prisões americanas, indico o filme/documentário “Um táxi para a escuridão”. Os americanos são temerosos…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s