O jornal pós-noticioso

Alguém viu o novo Diário de S.Paulo?

O conceito vendido, o pós-noticioso, é difícil de entender.

Vendo a primeira capa (acima), nota-se claramente a decisão de abandonar o aconteceu ontem e investir em histórias próprias, ainda que lúdicas (para ser benevolente).

É uma tentativa que merece atenção.

Falamos mais no decorrer do período.

7 Respostas para “O jornal pós-noticioso

  1. Nosso ceticismo vai nos matar. Mas também não entendi ainda.

    • Everton,

      A ideia é bacana, o Correio Braziliense já faz bastante isso. Mas tu tens razão: o ceticismo mata, eu preciso saber o que os leitores acham disso.

      abs

  2. Odil Augusto David

    Já temos isso há algum tempo, chama-se revista mensal 😀

  3. Acho que, por enquanto, o DSP tá confundindo pós-noticioso com não-noticioso.
    A manchete de estreia é inacreditável. Sem gancho algum; história banal de um casal qualquer, casado há muitos anos. Cadê a notícia? Ou a pós-notícia?

    Hoje já deu uma melhorada… Vamos acompanhar.

  4. E nem a Dilma era a Rousseff…tsc tsc tsc

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s