Mais um motivo para não cobrar por conteúdo

Mais um efeito, este colateral, da decisão de alguns veículos de cobrar por conteúdo: além de sumir dos sites de busca (a exceção são alguns acordos que permitirão acesso via Google a conteúdo protegido pelo paredão da cobrança), eles vão desaparecer também das matérias de empresas que têm por hábito fornecer links externos.

A BBC já anunciou que colocará, na maioria dos casos, avisos para os eventuais links que direcionem a conteúdo pago. Mais: a médio prazo, há a chance deles simplesmente sumirem do site britânico por uma questão de tempo e espaço.

Enquanto acham que estão protegendo seu valioso tesouro, os adeptos do micropagamento estão conseguindo, isso sim, ficar ainda mais escondidos e ensimesmados.

2 Respostas para “Mais um motivo para não cobrar por conteúdo

  1. Afinal, é tudo uma questão de oferta e procura, certo? Em um mundo de abundância de informação, seu valor cai —impossível deixar de pensar que cobrar por ela, portanto, seja algo diferente de um tiro no pé…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s