Demitidos, jornalistas se organizam para ‘discutir a relação’ com o jornal

Cerca de 60 coleguinhas demitidos num passaralho no The Baltimore Sun se reuniram agora num site para contar suas histórias _basicamente, sua relação com o diário (alguns tinham longa ficha de serviços prestados à publicação).

Não deixa de ser uma lembrança, para a gente, de que a crise do jornalismo impresso nos Estados Unidos está muito distante da nossa realidade nos países emergentes, onde pessoas recentemente começaram a comer de forma decente.

Temos alguns anos pela frente antes de nos lembrarmos com nostalgia dos dias de glória do impresso, como retrata o romance The Imperfectionists, de Tom Rachman, recém-lançado.

Uma resposta para “Demitidos, jornalistas se organizam para ‘discutir a relação’ com o jornal

  1. Oi Alec!
    Interessante a iniciativa, não?
    A vantagem é que eles já foram demitidos mesmo, então podem “tuitar” à vontade, certo? hehehe
    Agora, quanto a nós: começamos a comer há tão pouco tempo, mas o tipo de alimento que a imprensa serve continua sem fazer a cabeça da classe C. Se não os jornais teriam crescido na mesma proporção que o acesso à telefonia celular ou a Internet, não acha?
    Será que a crise é tão diferente mesmo?
    Abraço!
    Madu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s