O preço do 1º Pulitzer do jornalismo on-line: US$ 400 mil

Bastante (e justamente) comemorado, o primeiro Pulitzer da história do jornalismo esconde por trás de seu feito um número impressionante: seu custo.

A história do precário atendimento médico (e a opção pela eutanásia) às vítimas do furacão Katrina, a cargo de Sheri Fink, Barbara Laker e Wendy Ruderman exigiu vários deslocamentos e, numa estimativa grosseira, teria saído por pelo menos US$ 400 mil se tivesse sido bancado desde o início por um único veículo.

O valor foi rachado entre o ProPublica (projeto jornalístico sem fins lucrativos que vive de doações dos leitores para concretizar as matérias), the Kaiser Foundation, The New York Times Magazine e a própria Fink, que desde 2007 trabalhava na pauta, publicada em agosto do ano passado.

O jornalismo investigativo é ótimo, mas é muito, muito caro.

8 Respostas para “O preço do 1º Pulitzer do jornalismo on-line: US$ 400 mil

  1. Nossa, assustei com o custo. De qualquer maneira, o bacana da premiação foi mostrar uma outra forma de financiamento do jornalismo, especialmente o investigativo, como a parceria no NYT com o Pro.Publica e também com o Spot.us.

  2. Muito bem sacado esse levantamento dos cursos da reportagem, Alec. Mas vamos dizer também que, mesmo com poucos recursos – de um jornal pequeno, por exemplo-, retaguarda editorial (importante!) e muita insistência e paciência no cultivo de fontes, conseguimos bons resultados. E hoje levantamos ótimas pautas sem sair da frente do computador, explorando dados públicos, por exemplo. O que eu quero dizer é que, sim, requer investimentos, mas que não precisa ser tão caro assim. Creio que a preguiça e a rotina são obstáculos maiores. O que acha? Abs.

    • Renato, sempre bom vê-lo por aqui.

      A história do custo dessa reportagem também diz respeito aos anos de envolvimento da repórter com o tema (foram três anos, e entram nesse cálculo o soldo que ela teoricamente estaria recebendo por concebê-la). Eu insisto que o jornalismo de qualidade é caro, mas óbvio: não precisa ser tanto. Mas é bom para a gente lembrar que jornalismo de qualidade não se faz do dia para a noite. Há, claro, iniciativas mais simples e rápidas. Mas gastar dinheiro, positivamente, faz parte do negócio.

      abs

  3. Alec, boa abordagem do post com um dado que interessa a todos. Para os padrões americanos pode não ser um custo tão elevado, mas para nós aqui seria impraticável. Mas concordo com você de que para o jornalismo investigativo, que demande tempo, viagens e etc. é necessário maior investimento. No site da revista Imprensa (http://portalimprensa.uol.com.br/portal/ultimas_noticias/2010/04/13/imprensa34974.shtml), Eliane Brum, ao receber o Prêmio Rei da Espanha destacou essa questão. Eliane lamentou que se destine “cada vez menos dinheiro para financiar as reportagens que necessitem de mais tempo de elaboração, para o Jornalismo que precisa de meses para fazer uma reportagem”.

    Penso que o jornalismo precisa cada vez mais de reportagem de fôlego, investigativa, que o repórter vá atrás da história sem pressa. Ainda há espaço para isto. Falta investimento mesmo e busca de formas de financiar essa liberdade de investigação.

    abs, Alec

    fernando

    • Fernando,

      E ainda por cima não temos, em nosso país (assim como na Europa), a cultura da doação que permite, nos EUA, a pensar modelos financiados pelo público. É uma opção a menos.

      Muito obrigado pela visita.

      abs

  4. Não entendi a razão de vc falar desse prêmio como o primeiro Pulitzer do jornalismo online.

    O Politifact já ganhou o Pulitzer no ano passado ( http://www.politifact.com/truth-o-meter/article/2009/apr/20/politifact-wins-pulitzer/ )

    Algum detalhe que deixei passar?

    Abs,

    • Pedro,

      Na verdade ele foi tratado assim por todo mundo _e, de fato, a coisa mais importante no prêmio não era o on-line, mas a forma como a reportagem foi financiada. Vou checar e volto ao assunto.

      abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s