Vamos denegrir a mídia?

Bom saber que existem ONGs como o Instituto Mídia Étnica, dedicada, segundo ela própria, a realizar “projetos para assegurar o direito humano à comunicação e ao uso das ferramentas tecnológicas, especialmente para a comunidade afrobrasileira”.

No jornalismo, como de resto em toda atividade humana, a diversidade é fundamental para garantir o objetivo ainda maior, que é a pluralidade.

“Vamos denegrir a mídia”, diz o slogan do instituto, que promete “advocacy para diversidade na mídia, assessoria para organizações afro-brasileiras e media training para lideranças de movimentos sociais”.

Há também iniciativas semelhantes que tentam incluir indígenas, mas como somos uma coleção de raças, falta muito pra chegar nessa tão sonhada mídia étnica.

Aliás, diversidade na mídia se garante com inclusão digital. Hoje, todos somos a mídia. Basta ter acesso às plataformas adequadas, cada um tem a sua imprensa pessoal.

Visto por esse ângulo, o caminho é bem menos árduo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s