Agruras da diagramação e da falta de acabamento decretam que entrevistado é sem noção

Olha quão importante é, no jornalismo impresso, o acabamento da edição (também o é no on-line, mas é que o papel não permite correção): fui tratado como “sem noção” em entrevista que dei recentemente, como você vê acima.

O projeto gráfico do Diário do Norte do Paraná, de Maringá, me foi cruel: o box em que apareço como entrevistado de um miniping tem um título e uma seta que não deixa dúvida. Leva diretamente ao meu nome. Eu sou sem noção.

Não creio ser uma decisão editorial, já que também ofereço declarações para o abre.

Sempre digo que não é fácil fazer jornalismo em papel…

17 Respostas para “Agruras da diagramação e da falta de acabamento decretam que entrevistado é sem noção

  1. É. Manda um email agradecendo.

  2. Alec,
    Isso cai no mesmo caso já tratado aqui por você sobre a exposição de revistas em banca, não é?
    Todo cuidado é pouco, sendo que como você mesmo disse, nesse caso, o papel não aceita correção.
    Abraços.

    • Letícia,

      Quase isso: naquele caso, a aberração foi produzida pelo expositor, que colocou lado a lado revistas que se “complementavam”. Neste caso, partiu do jornalista a falta de cuidado no acabamento de uma página. É um erro bem mais grave.

      abs

  3. Sensacional.

  4. Nos EUA você já seria milhonário com processsos! hahaha!

  5. Meu deus! Que falta de noção!! =O

  6. Em primeiro lugar, hahahahaha!!!
    Em segundo, a arte na FSP é feita da mesma forma que no Agora? Como é difícil!!!

  7. Estou ainda em estado de choque!
    Logo com você que é sempre tão cuidadoso no trabalho que desenvolve na FSP e em suas orientações como professor. Precisamos cuidar bem de nossos alunos para que aberrações como esta sejam extintas do jornalismo impresso.
    []s.

  8. O mais absurdo é que esse chapéu ficaria inadequado em qualquer notícia. Ofende o entrevistado em qualquer circunstância colocado dessa maneira!

  9. Ou seja, esse “sem noção” não deveria existir nem nessa situação e nem em nenhuma outra.

    • Rachel,

      Sim, foi uma escolha infeliz. Talvez o burocrático ‘entrevista’ resolvesse melhor (aliás, melhor certamente resolveria, hehehehe)

      abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s