Design na web é como moda: tem lá suas tendências

Fontes serifadas (Arial e Verdana até hoje dominam a web), topos espaçosos e estilosos, uso de fontes personalizadas (graças a ferramentas como The League of Moveable Type) e minimalismo aparecem entre as tendências de webdesign para os próximos anos.

A “diagramação da internet”, como eu costumo chamar,  segue muito o conceito da moda: as coisas surgem por temporada, depois vai um copiando o outro (aprimorando, em muitos casos) e pronto, está lançada uma nova bossa (aliás, é assim que funciona no papel também).

Mas essa coleção apresentada pelo Webdesigner Wall, altamente ilustrada e com links para todos os exemplos, serve como referência de coisas boas que estão na rede e nem ficamos sabendo. Material para consultar e experimentar.

Quem viu essa história primeiro foi o ótimo Contra a Clicagem Burra.

4 Respostas para “Design na web é como moda: tem lá suas tendências

  1. Legal a dica!
    Pessoalmente acho que a diagramação não muda tanto, o que muda mais são os “feels” das páginas. Todo ano tem um tendência diferente… Ano passado era a tipografia gigante, o uso de alguns elementos 3d, uma volta da texturas… Acho que este ano vai tudo para o Clean de novo, mas agora com mais cores vivas e taus…

    De qualquer forma, excelente blog, parabéns!

    • Diogo,

      É, o ‘look and feel’ parece ser sempre a coisa que mais se mexe quando o assunto é webdesign. Mas é engraçado como todos parecem ir para a mesma direção, né? Enfim, isso não acontece só com webdesign, mas em todas as áreas de atividade. Obrigado e volte sempre!

      abs

  2. Dica: Arial e Verdana não são fontes serifadas, corrige aí.

    Legal esse link. A maioria dessas tendências estão ligadas ao avanço tecnológico, como o aumento do uso de internet no celular e de monitores com maior definição.

    • Eduardo,

      Pode ser que a construção tenha ficado truncada, mas o texto está correto: fontes serifadas são tendências do webdesign agora num mundo até então dominado por Arial e Verdana.

      Eu falava há pouco exatamente sobre isso: que o avanço tecnológico e monitores melhores estão permitindo um uso descentralizado de fontes. Chega das mesmas, né?

      abs!

Deixe uma resposta para alecduarte Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s