O jornalismo não se vende, o jornalismo se compra

Surgiu na Espanha uma proposta interessante que vai na linha dos clubes de leitores recentemente criados por Washington Post, Guardian e Times.

O jornalista Arcadi Espada está pedindo 50 euros de leitores interessados em fundar um diário digital. A esse grupo de fundadores do Factual estão reservadas uma série de benefícios durante o primeiro ano de funcionamento do novo veículo, entre os quais visitas à redação e acesso irrestrito ao conteúdo.

Num momento em que a fidelização do leitorado tem sido debatida como uma das saídas para a crise dos jornais, é um processo a ser acompanhado de perto.

Se funcionar, será outra demonstração de que o público está realmente disposto a financiar o jornalismo. A partir daí a conversa poderá passar a ser outra.

2 Respostas para “O jornalismo não se vende, o jornalismo se compra

  1. Arcadi Espada não é um grupo, é um jornalista.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s