A tola definição de jornalismo no dicionário

Jornalismo [De jornal2 + -ismo.]
S. m. 1. Atividade profissional da área de Comunicação Social (q. v.) que visa à elaboração de notícias para publicação em jornal, revista, rádio, televisão, etc., acompanhadas ou não de comentários.
2. Os conhecimentos relativos ao jornalismo (1).
3. Os jornalistas: 2

Inspirado por um post da brilhante Mindy McAdams, decidi ir ao dicionário para checar a definição da palavra “jornalismo”. E, assim como ela, também me decepcionei com o que encontrei.

Para começo de conversa, o Aurélio diz expressamente que se trata de uma “atividade profissional”, o que já sabemos que não é verdadeiro. Ou será que as tantas experiências de jornalismo cidadão não serviram para nada?

Outra bola fora do dicionário é cravar que a atividade “visa à elaboração de notícias para publicação em jornais” e outras plataformas. Uma meia verdade, mas que exclui uma série de outras atividades jornalísticas mais ou menos recentes _como organizar dados, por exemplo.

Além disso, o dicionário se esquece de citar justamente a mídia mais importante de todas, que além de conter todas as outras em si ainda mudou radicalmente a forma como o ser humano se comunica.

Eu ainda prefiro a singeleza de dizer que jornalismo é o ato de apurar/analisar/difundir notícias. Simples assim.

6 Respostas para “A tola definição de jornalismo no dicionário

  1. Também concordo com você!
    Nós bibliotecários também passamos por essas questões rídiculas de definição.
    Abraços!

  2. Uma pena que sua definição também seja incompleta e, hoje em dia, ingenuamente romântica, já que pouco, ou nada, se apura e analisa. Época de simples forward/RT.

    • Concordo com você, Charles. Mas evidentemente vc comete em parte o mesmo erro do dicionário, de restringir o jornalismo a uma atividade profissional. A web deu a todos a possibilidade, especialmente, de difundir. Análise e informação estão no bojo, mas agora nas mãos da humanidade, não de uma parcela de eleitos do mainstream.

      abs

      • Charles Naseh

        O problema é que o ser humano é um bicho que mal aprende algo sozinho, sem que alguém o pegue pela mão e mostre o caminho, passando a frente um pouco de bom senso. A possibilidade da análise, compreensão e interpretação da informação, junto com sua difusão na mão de todos é algo bom, claro, mas desde que todo o conjunto exista, senão vamos sofrer o resto da vida com “meninos no balão” e sermos tão bombardeados por tanta informação irrelevante que nem filtros e escolhas seletivas nos ajudarão mais.

        Acho que já estamos abrindo outro tópico e saindo da questão do dicionário. Haha…

      • Charles,

        Eu acho que estamos fadados a sofrer com “meninos do balão” e dificuldade na seleção de notícias importantes ou irrelevantes. A filtragem é cada vez mais tênue, e me parece que tem de ser assim (ou, talvez, porque é impossível combater essa realidade). De fato, extrapola a mera definição de jornalismo no dicionário, hehehehhe.

        abs

  3. Pingback: Outras definições toscas de jornalismo nos dicionários « Webmanario

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s