O enviesado conceito de off no jornalismo brasileiro

Tenho ouvido com bastante frequência, até por desempenhar, no momento, outras funções na redação, expressões como “a gente não consegue ninguém falando em off sobre o assunto?” ou “ninguém publicou nem mesmo uma confirmação em off”.

É aquela velha confusão do jornalismo brasileiro, que põe no mesmo balaio a publicação de informações sem atribuição de fonte (chamada por aqui equivocadamente de off) e informações para uso interno da redação (o conceito real de off).

O off nada é mais é do que um indicativo, uma pista que determinada fonte dá para que o jornalista avalie se uma investigação vale a pena _ou, ainda, que confirme ou complemente uma apuração em curso.

Ricardo A. Setti já falava sobre o tema em 2004, num excelente artigo para o Observatório da Imprensa.

No entanto, para nós, jornalistas brasileiros, off é tudo aquilo que publicamos sem identificar a procedência. Simples assim.

3 Respostas para “O enviesado conceito de off no jornalismo brasileiro

  1. Muito interessante!
    Realmente pelo visto deve-ser ter a necessária cautela e prudência ao utilizar o off em seu conceito original.
    Abraços!

  2. Aprendi o verdadeiro – ou original – conceito de OFF com seu amigo Carlos apenas no último ano da faculdade, acredita?

    • Carol,

      Sinta-se privilegiada por ter aprendido, porque uma legião de jornalistas veteranos provam, no dia a dia, que ainda não sabem…

      bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s