Alemanha ganha primeiro jornal impresso personalizado do mundo

Uma dupla de jovens empresários alemães apresentou esta semana um projeto mirabolante: o do “primeiro jornal personalizado da Europa“. Parece loucura, e é.

O Niiu, que será lançado na segunda quinzena de novembro, se propõe a ser uma miscelânea de reportagens publicadas pelas edições on-line de veículos alemães e internacionais.

Cada assinante (que pagará 1,20 euros por edição) escolhe, no dia anterior, que tipo de notícia quer ver no seu jornal na manhã seguinte.

A premissa do ousado projeto é superquestionável: “as pessoas preferem ler em papel”, diz Wanja Soeren Oberhof, 23, um dos donos da ideia (ao lado de Hendrik Tiedemann, 27).  É?

A duplinha de aventureiros diz que, para os anunciantes, seu produto é um prato cheio, porque podem alcançar exatamente o público que almejam.

 Como aventura, o Niiu me parece sensacional _é desse tipo de experimento que sacamos conclusões para o futuro do negócio jornal. Como produto, entretanto, tem tudo para naufragar.

Volto ao assunto quando ele fechar as portas.

(via 233 Grados)

5 Respostas para “Alemanha ganha primeiro jornal impresso personalizado do mundo

  1. a velha pergunta: quanto tempo dura?

  2. Self-service de notícias?

  3. Ousado sim. Eficaz? Duvido muito. Criativa a proposta, um clipping impresso. Eu sou uma que prefiro ler em papel, mas uma coisa é fazer clipagem online, como eles pretendem fazer de algo materialmente tão personalizado rentável? Por mais que seja uma boa para anunciantes, a menos que os dois jovens aí tenham um grande público com exatamente os MESMOS interesses, não acredito na possibilidade de dar certo. Envolve muito trabalho em pouco tempo para pouco retorno.

    • Juliana e Everton,

      A questão é saber quanta grana esses caras têm pra manter o negócio. Mas não vejo futuro algum pra isso. A experimentação, porém, é altamente válida.

      abs

  4. Ah sim, considero válida também. Se eles têm disponível, melhor pra nós, que ganhamos com a experiência alheia. Se ninguém experimentasse, ficaríamos estagnados no tempo, fato.

    Abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s