Alemanha já tinha jornal gratuito em 1882

A imprensa gratuita, que tem jogado um papel decisivo em tempos de crise dos jornais, positivamente não é um fenômeno recente. Apenas lhe demos mais atenção agora, depois de descobrir que, em países como Portugal e Espanha, ela responde por uma fatia considerável da circulação diária _apesar da crise, que fechou e enxugou veículos distribuídos de graça.

No Brasil, por exemplo, pouca gente se lembra de que temos um gratuito pioneiro, o Metronews, desde 1974 e que até hoje está nas ruas.

Mas o recém-lançado livro Gratis-Tageszeitungen in den Lesermärkten Westeuropas (ou Jornais Gratuitos no Mercado Ocidental, em tradução livre), de Nomos Verlag, vai bem mais além: a obra identifica o jornal alemão General-Anzeiger für Lübeck und Umgebung, fundado em 1882, como o primeiro produto jornalístico gratuito da história.

Se quiser se aventurar, a história do jornal está aqui, em tradução macarrônica do Google. Ela conta que, de fato, o jornal começou distribuído de graça, e basicamente exibindo anúncios, duas vezes por semana.

E a gente fica aqui, pensando em como reiventar a roda…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s