Fim da era dos jornais, começo da era da corrupção

Dica de leitura de hoje de @agranado: fim da era dos jornais, começo da era da corrupção.

O autor, Paul Starr, faz aquela relação entre jornais fortes e governos democráticos e fiscalizados.

É o argumento principal daqueles que entendem que os jornais impressos precisam ser salvos a qualquer custo.

Tolos: eles se esquecem de que não existe mais esse monópolio. Governos e governados falam entre si diretamente, sem intermediários.

2 Respostas para “Fim da era dos jornais, começo da era da corrupção

  1. Não seria o contrário? Nossos políticos mais corruptos são ligados, não por acaso, a redes de jornais e outros meios de comunicação. Nossos políticos mais fracos vieram, não raramente, do radialismo.

    • Tulio,

      Legalmente, vc sabe que políticos não poderiam ser donos de grupos de comunicação. Não é o que acontece no Brasil. Mas é inegável que a existência de uma imprensa forte e independente colabora, e muito, com a democracia.

      Como sugestão, leia o brilhante post que Pedro Doria escreveu sobre o assunto.

      abs

Deixe uma resposta para alecduarte Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s