Nove mandamentos do jornalismo ruim

Gabriel Silva publicou no popular Blasfémias (talvez o blog mais conhecido e acessado de Portugal) os nove mandamentos do jornalismo ruim na Web. Deixei passar uns dias, mas a lista está aqui.

São observações bastante válidas (e todas inspiradas em histórias reais).

Só discordo de uma, a última: o teaser é opção legítima para jornais que ainda se escondem por trás do paredão do conteúdo pago. Talvez o mandamento devesse ser “protegerás todo o teu conteúdo sob acesso pago, escondendo-te das máquinas de busca e, consequentemente, dos usuários”…

Divirta-se.

1) Não linkarás

2) Só citarás blogs de pessoas conhecidas off-line

3) Em caso de sucesso de alguma iniciativa sua, dirás “esta é a primeira vez que…”

4) Ao publicar uma notícia com mais de três dias dirás sempre “ontem”

5) Todo o noticiário internacional nunca terá fontes

6) Tentará a todo custo impedir que seus produtos multimídia sejam citados ou republicados

7) No horário de maior audiência, colocarás um pop-up gigantesco que impeça a visualização da página

8 ) Você divulga o e-mail do webmaster, seguido de um número de fax, para seus leitores entrarem em contato

9) Num texto mais longo, publique só o primeiro parágrafo seguido de “Leia mais na edição impressa”

4 Respostas para “Nove mandamentos do jornalismo ruim

  1. Cabe no item 6, mas acho que vale a pena enfatizar: aquelas edições que simulam página por página são BIZARRAS. Online é online, impresso é impresso. É legal ver a diagramação, a hierarquização; acho extremamente interessante ter essa opção. Mas quando ela é a única possibilidade de acesso ao conteúdo de um jornal na internet eu pessoalmente fico bem decepcionado. Fico com a séria impressão de que os responsáveis pela página são analfabetos digitais.

  2. Outra coisa que faltou foram os pop-ups SONOROS da Slate. Arre, que vontade eu tenho de cortar a jugular de quem inventou eles…

  3. Aliás: Slate ou Salon? Tô ficando velho.

    • Marcelo,

      Acho importante disponibilizar a opção de leitura “página por página”, mas sem dúvida que tê-la como única opção é pobre e, do ponto de vista on-line, totalmente equivocado.

      Quanto aos pop-ups: qualquer um é abominável, né? Aliás, UOL anunciou que deixava o formato pop-up. Sim, trocou-o por outro, mais “moderno”. Enganação…

      abs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s