Em destaque, a nova ortografia

É uma vergonha, mas só agora, 15 dias depois, notei a arte pedagógica que o Diário de S.Paulo (registre-se: para nós mais velhos, o eterno Dipo) está publicando por ocasião da Nova Reforma Ortográfica (PDF). Notei não, Ricardo Viel e Carolina Araújo que me disseram.

No pé de matéria do Diário de S.Paulo, à direita, o box que esclarece a nova grafia de palavras

No pé de matéria do Diário de S.Paulo, à direita, o box que esclarece a nova grafia de palavras

O desenho não é original (a fórmula do hiperlink foi usada milhares de vezes), mas a iniciativa sim. É, possivelmente, a intervenção mais severa e visível de um veículo de imprensa na cobertura da recente com a mudança do vernáculo.

Mexe, inclusive, com a diagramação das páginas. Parece inibir, às vezes, mais ocorrências _como se os redatores estivessem escolhendo palavras (claro, imagine sua página cercada de hiperlinks por todos os lados).

Veja no detalhe: o verbete novo é realçado e leva a um pequeno quadro que, melhor editado, pode trazer outros exemplos semelhantes e ser ainda mais útil.

dipo_reforma_detalhe

Quanto aos meus recortes eletrônicos desta edição de ontem do Diário, só digo que quem não tem scanner caça com máquina digital…

11 Respostas para “Em destaque, a nova ortografia

  1. Achei ótima a idéia. Assim é que se fixa.

  2. “O” zero hora como dizem vocês aí, paulistas, sublinhou as palavras, mas só no primeiro dia.
    gostei do hiperlink, muito bem pensado. algum site de notícias tá fazendo algo nesta linha?

    • Clarissa,

      Pois é, seria até mais adequado, né? Mas não vi não. Agora, me conta uma coisa: “O” jornal Zero Hora não pode? É só “A” Zero, né? hehehehehhe

      bjs

  3. É a típica confusão de genêros que ocorre abaixo do Trópico de Capricórnio.

  4. hahahaha, que sacanagem. pior que só deus sabe porque é A Zero.

  5. nuncajamais, é só um mail fantasia, que os outros pro gmail já terminaram!

  6. mas agora acho que consegui trocar, hehehehe

  7. Olá,
    por acaso vc é o mesmo Ricardo Viel do texto “Mais doloroso seria não lembrar” na revista Forum? Se for, poderia por gentileza me dizer o autor do livro “Esse Inferno”? Não estou conseguindo achar. Estou fazendo um trabalho acadêmico a respeito de ditaduras.
    Grata pela atenção.

  8. Olá,
    sou sim. Te mando um email com os detalhes do livro.
    abraço

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s