A blogosfera saiu de moda e perdeu o sex-appeal. É sério

A blogosfera saiu de moda e perdeu o sex-appeal. Sempre que alguém diz coisa parecida (recentemente foi a Wired, agora subscrita pelo jornalista português Paulo Querido), há uma movimentação de oposição quase nas sombras na rede.

O fato de ser nas sombras comprova que a máxima parece verdadeira: o blog vai caminhando daquela fase intimista e pessoal para virar um negócio? Outro dia eu disse que podia até ser, mas que não iam tirar de mim as delícias de fazê-lo de cueca.

Querido sustenta, numa bela apresentação, que sim mesmo. “Os jornais em geral já se aproximaram dos formatos narrativos que emergiram dos blogs (vistos como laboratório). Também porque um número impressionante de bloggers optou por se aproximar do estilo dos jornais, da função dos jornais _e dos modelos de negócio dos jornais.”

Mais uma vez, ponhamos-nos a pensar…

4 Respostas para “A blogosfera saiu de moda e perdeu o sex-appeal. É sério

  1. Um problema crítico da blogueria de hoje é tentar fazer dos blogs uma “fonte confiável” e transformar leitor em cliente. Imagino que, para isso, pensam ser possível somente copiando meios com os quais as pessoas já estão acostumadas, mesmo os “modernosos geeks” buscam arquitetura de informação arcaica por relacionar diretamente à confiabilidade. É típico em mudança de paradigmas e controle de massa manter antigos costumes, moldados a uma “nova” cultura. Quando os blogs deixam de ser alternativa pra entrar no leque de opções é que eles se perdem.

  2. Daniel,

    é exatamente essa a discussão: o blog não se colocar em oposição à imprensa tradicional, como uma alternativa. Eu acho incrível que o mainstream seja capaz de tomar o blog assim, sem que haja uma reação. Pergunto: queremos reagir?

    abs

  3. Oi Alec, vou me cadastrar por lá para receber os informes. O assunto me interessou muito. Se tiveres alguma dica de fonte compartilhe. Grande abraço!

  4. Alec,

    Um tempo atrás escrevi no meu blog sobre a coluna de Paul Boltin, da Wired.

    Acredito que a reação caminha – em passos de formiga – como prova temos alguns sucessos e adversidades sendo deixadas para trás.

    1º de blogs como Huff Post e Democracy Now nas eleições norte-americana. Nenhum dos dois blogs fazem parte do mainstream;
    2º Além dos muitos soldados do mesmo país que travam batalhas no Iraque e no Afeganistão e escrevem seus relatos em sua única fonte livre;
    3º A convergência dos blogs com as redes sociais ainda deixam alguns blogueiros com medo, embora outros sabem utilizar muito bem twitter, facebook e etc.

    Recentemente no Brasil – que ainda não tem uma blogsfera forte com EUA e Europa – o blog do PHAmorim partiu para sua independência, assim como o blog do Mino Carta. Ambos por razões alheias…

    Em todo caso, Holden Frith do Times em sua crítica a Paul Boltin escreveu “a blogosfera está mais madura”.

    OBs: Falei uma vez pra ti em sala de aula e repito novamente em seu blog… Poupe seus leitores dos episódios de leitura, como as delícias de escrever com suas roupas de baixo.

    Hasta Amigo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s