Reportagem sem produção dá nisso…

Aos sábados, é claro que o Mc Donald's judaico de Buenos Aires estaria fechado...

Num sábado, é claro que o Mc Donalds judaico de Buenos Aires estaria fechado...

Não há motivo para que reportagens frias, aquelas em que se tem tempo para preparar o terreno, não tenham planejamento e pré-produção. Vou dar um exemplo bastante bobo, mas bem prático, do que estou dizendo.

Aqui em Buenos Aires funciona uma unidade kosher do Mc Donald’s, ou seja, um restaurante da rede onde os pratos são preparados sob a supervisão de um rabino e, portanto, dentro dos preceitos do judaísmo (no Brasil, a prática ocorre um domingo por ano numa lanchonete da cadeia multinacional na Barra Funda).

É a única loja permanente desse estilo localizada fora de Israel, onde a prática começou em 2006 _a população judaica na Argentina é estimada em 250 mil pessoas, a sétima maior do mundo. Não por acaso, o maior atentado contra judeus ocorrido fora da Europa e do Oriente Médio foi a explosão de uma bomba na Amia (Associação Mutual Israelita-Argentina), em 18 de julho de 1994, que matou 84 pessoas e deixou mais de 300 feridos.

No caso de uma comida pasteurizada como a do fast-food do palhaço Ronald, as regras kosher significam, entre outras coisas, servir Big Mac sem queijo (a religião judaica condena a mistura de carne e derivados de leite)  e pães produzidos de forma levemente modificada (outra vez, para eliminar derivados do leite da composição). Além disso, o gado que serve de matéria-prima para os hambúrgueres é abatido de forma distinta e com o acompanhamento de um rabino.

A idéia do repórter aqui era provar os sanduíches (quem já comeu diz não ter notado diferença alguma de sabor _se bem que não como um sanduíche da rede há pelo menos oito anos) e conversar com os clientes da lanchonete.

Pois bem. Hoje fui ao Shopping Abasto feliz da vida, criança a tiracolo, louco para achar esse Mc Donald´s e fazer minha reportagem. Sim, hoje, um sábado. Daí me deparei com a imagem que fotografei acima. Claro, é um sábado, o shabat, dia de descanso no judaísmo. O restaurante estava fechado.

Faltaram produção e planejamento a este desavisado e atabalhoado repórter…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s