Após férias, gratuito mais antigo da Europa ‘desaparece’

Considerado o jornal gratuito mais antigo da Europa (alguns dizem do mundo, mas não conhecem o Metrô News, distribuído em São Paulo desde 1974), o Mini Diário não voltou das férias de verão (sim, absurdo, mas até jornais tiram férias na Europa).

Daí surgiu a informação de que o periódico, que tinha edições diárias em duas cidades (Valencia e Alicante) simplesmente fechou as portas. A última vez que ele deu as caras foi em 11 de julho, quando “saiu para veranear”.

Nem seu site oficial dá uma pista concreta sobre o destino da publicação, criada em 1992 e vendida em 2006 a uma dupla de empresários que abraçou dívidas (no geral, o negócio gratuito ainda anda no vermelho, mas caminhando a passos largos para o azul) mas que manteve uma circulação declarada de 73 mil exemplares diários.

Se confirmado, é o primeiro viés importante do jornalismo gratuito em papel, responsável pelo crescimento das tiragens no mundo todo, nos últimos anos.

Uma resposta para “Após férias, gratuito mais antigo da Europa ‘desaparece’

  1. Acredito que acaba sendo uma “concorrência” injusta dos jornais gratuitos quando a internet leva grande parte das pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s