Conversações sobre o microblog

Deborah Micek e Warren Whitlock disponibilizaram na rede um simpático manual de compreensão do Twitter (prefiro sempre dizer microblog, o fato de usarmos mais o Twitter hoje é apenas um reflexo da quantidade de gente que está lá dentro).

Outro dia, em conversa com os trainees da Folha de S.Paulo, contei sobre a experiência de um canal de microblog que o jornal administrou durante os Jogos Olímpicos de Pequim. Com divulgação modesta (porém adequada) na edição impressa, arregimentou, em seu auge, 92 seguidores.

Falhou ao não convencer seus usuários a divulgá-lo massivamente, mas não fez feio _o portal Terra, que também possuía canal próprio, chegou a 276 fiéis. Um pequeno passo em se tratando de um jornal em papel e de uma mídia estabelecida na Web.

As atualizações do canal da Folha foram mais que o dobro maiores, e condicionaram o tom da cobertura do portal (que trocou o informal dos primeiros dias por teasers e chamadas como as que o periódico já fazia).

Outro aspecto positivo da experiência foi a liberdade de levar os usuários a lugares bacanas, não importa onde eles estivessem (é assim que deve ser um blog), amarra da qual o Terra ainda não conseguiu se libertar _qual a foi a última vez que ele te levou além de um site hospedado dentro dele?

Cobertura olímpica à parte, o microblog está aí para ser explorado. As eleições municipais, por sinal, são ótimo gancho.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s