Parlamento britânico pega o jornalismo on-line no pulo

Acabo de ver no Twitter de Fernando Zamith um interessante relatório da Câmara dos Lordes (o Parlamento britânico) que clama por mais qualidade no jornalismo on-line do Reino Unido.

Eu também clamaria por mais qualidade daqueles que nos governam, mas o relatório não é de todo absurdo. Por exemplo, cita que os portais da Internet estão completamente a reboque de releases e agências de notícias, publicando _todos_ matérias absolutamente iguais.

Outra constatação dos lordes que é real: “muito do noticiário disponível na Internet (…) não é novo, é reembalado de outros veículos”.

Além disso, Lorde Fowler, relator do documento, cita que a expansão dos serviços jornalísticos on-line não veio acompanhada de postos de trabalho condizentes com seu novo tamanho.

Importante: todas essas observações valem tanto para a Inglaterra quanto para o Brasil. Estamos, portanto, navegando no mesmo barco da mediocridade.

2 Respostas para “Parlamento britânico pega o jornalismo on-line no pulo

  1. mas esse fenômeno atinge até mesmo os jornais!
    (adorei o blog)

  2. Cláris Barrets,

    verdade verdadeira. tem uma frase minha que é “a Internet vai dormir jornal, e o jornal acorda Internet”.

    Basicamente, ambos bebem um no outro de acordo com suas conveniências…

    bjs

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s