A terceira tela chega à Ilha. Agora só falta o conteúdo

Cubanos fazem fila para comprar telefone celular em Hava

Os tempos estão mudando mesmo: bastou Fidel Castro deixar o comando em Cuba e seus compatriotas já podem, entre outras pequenas “liberdades”, comprar telefones celulares (a imagem acima, da AP, mostra uma fila de gente atrás do aparelho).

Primeiro que isso me lembrou a corrida à telefonia móvel que eu mesmo presenciei quando o serviço se tornou acessível no Brasil_era preciso preencher uma ficha na lojinha da então BCP e aguardar ansiosamente uma cartinha lhe comunicando que a linha era sua.

Passado o momento nostalgia: a euforia cubana (na verdade, são poucas as pessoas no país que poderão pagar US$ 120 apenas para ativar uma linha) tem tudo para ser multiplicada por um trilhão quando conteúdos especialmente produzidos para a terceira tela _a primeira foi a TV, e a segunda, o computador_ desembarcarem lá.

Por conteúdo entenda não apenas programas de TV, filmes, vídeos e fotos (as galinhas dos ovos de ouro), mas também a parte que nos toca: textos jornalísticos curtos e com grande ênfase em serviço.

A produção de material jornalístico para o telefone móvel é a grande novidade oferecida pelo avanço da tecnologia no que diz respeito a nossa profissão. E um campo vastíssimo onde se concentrarão, além de potenciais investimentos, vários empregos nos próximos anos.

Por ora, sugiro a leitura do texto de Mario Lima Cavalcanti “Propostas para uma boa escrita jornalística em ambientes portáteis (PDF)“, que dá uma boa idéia da extensão e habilidades para se adaptar a esse novo mundo.

Em tempo: o uso do Twitter ou do Telog é uma excelente simulação de um ambiente SMS (short message service, o bom e velho torpedo). Chegaremos lá.

2 Respostas para “A terceira tela chega à Ilha. Agora só falta o conteúdo

  1. Nem sabia disso, que em Cuba era “limitado” a venda de celulares no governo de Fidel.
    Imagino, o que Fidel está pensando? foi só eu sair que Cuba vai virar uma festa agora. Afirmação para não dar o braço a torcer.

  2. Jahpa, várias mudanças estão em curso por lá, vamos ver onde vai dar. Por enquanto, essa do celular atinge uma parcela mínima da população. A maioria, que ganha entre US$ 3 e US$ 4 por mês, nem sonha com isso…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s